NOTÍCIASRECÔNCAVO

Em Santo Antônio de Jesus, moradores usam objetos para guardar lugar na fila

A marcação com setas brancas no chão, na rua que dá acesso a uma agência da Caixa Econômica Federal em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, foi feita para que as pessoas mantivessem o distanciamento mesmo na fila interminável para receber o auxílio emergencial do governo federal. Mas, por volta das 9h desta segunda-feira (4), no lugar de gente, tinham capacetes, bancos plásticos, sandálias e até guarda-chuvas.

O imagem da fila foi registrada pelo Blog do Valente, e circulou em grupos de WhatsApp e em outras redes sociais nesta segunda-feira. De acordo com o diretor de Trânsito e Transportes da cidade, Nailton Almeida, a fila de objetos foi momentânea.

Enquanto o lugar na fila oficial estava garantido, as pessoas acabaram se aglomerando na calçada. A equipe da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) voltou ao local e, passada a chuva, pediu que as pessoas voltassem aos lugares na fila. Por volta das 12h20, já sem chuva, os moradores reassumiram o local nas marcações.

A gente voltou e pediu pra organizar, mas com a chuva meio que perde o argumento. Mas o pessoal entendeu e voltou. A gente foi orientado a não colocar toldos por questão mesmo de ter um risco maior de propagação de vírus. A gente pretendia colocar toldos, mas com esse risco, mesmo que não haja uma confirmação, na dúvdia, a gente preferiu fazer a céu aberto mesmo”, completou o diretor.

A marcação na rua da cidade foi feita ainda no domingo. Mesmo assim, as fila continuam grandes e costumam durar, na cidade, enquanto dura o funcionamento da agência. A cidade teve o primeiro caso de covid-19 registrado na última sexta-feira (1º). O caso foi importado.

Outras cidades da Bahia, como Vitória da Conquista e Ipiaú, no Sul, tambem fizeram marcações no asfalto para tentar manter o distanciamento. Em Ipiaú, as pessoas também colocaram os capacetes e outros objetos para ‘guardar’ o lugar na fila.

O CORREIO procurou a Caixa Ecônomica Federal, que não se manifestou.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar