Home > BLOCO TOPO > Fórum Esportivo 2019: “futebol feminino: as interfaces do crescimento”

Fórum Esportivo 2019: “futebol feminino: as interfaces do crescimento”

Os fóruns esportivos anuais, promovidos pelo Instituto FUTSOCIAL, são eventos diagnósticos, críticos e propositivos acerca de diferentes modalidades esportivas, abordadas de forma contextual e integrada, considerando-se as suas dimensões sociais, econômicas, políticas, artísticas e culturais. Procura-se abordar e importância das atividades esportivas e destacando o papel dos sujeitos sociais que protagonizam essas práticas, considerando-se suas especificidades locais/regionais.

A temática central do evento de que aconteceu em julho de 2019, na Arena Fonte Nova, em Salvador, foi “futebol feminino: as interfaces do crescimento”. A palavra interface estimula uma reflexão sobre questões dialógicas, comunicacionais; interações entre sujeitos, buscando-se aperfeiçoar as práticas dos “saberes” e “fazeres”, envolvendo o futebol feminino e sua recente expansão na capilaridade social.

Nessa perspectiva, a gestão desta prática exige, para além de uma leitura técnica, uma arguição lastreada pela empoderamento da mulher no contexto atual e pelo fortalecimento na luta contra a discriminação de gênero e a violência nas suas várias formas de manifestação. A abordagem do futebol feminino no Fórum Esportivo 2019 foi norteada pela sua multidimensionalidade temática: gestão técnica, formação profissional, rememoração histórica e proposições de ações na atualidade, estimulando o crescimento qualificado.

A gestão pública, em todas as esferas administrativas (federal, estadual e municipal), deve reconhecer a relevância social e educacional do futebol feminino capaz de estimular a desconstrução do machismo nas várias esferas da vida cotidiana. Chama-se atenção para a valorização dessa modalidade esportiva para além da dimensão físico-territorial das quadras, dos campos. Deve-se estimular as práticas esportivas associadas de forma dialógica com outras atividades educacionais, culturais e artísticas.

Para que o futebol feminino apresente um crescimento qualificado e integrado, é necessário que se tenha os elementos necessários: espaços físicos específicos qualificados (quadras, campos), acompanhamento técnico profissional e formação crítica e cidadã para que se promova uma conscientização das atletas e da comunidade envolvida acerca da relevância social desse modal esportivo, sob uma ótica ativista. Nesse caso, as atividades esportivas estariam totalmente articuladas a formação educacional no sentido alargado.

Enfatizou-se a necessidade de uma gestão horizontal e participativa do futebol feminino: não basta ouvir os atores sociais (dimensão meramente consultiva). Deve-se trabalhar em parceria com os diferentes segmentos sociais que conhecem a realidade local. Uma outra proposta apresentada foi a proposição de um calendário programática para o futebol feminino, associado a uma perspectiva político- ativista: dia da mulher, ciclos de discussões acerca da Lei Maria da Penha.

A apresentação da trajetória histórica do futebol feminino foi importante para que sirva de estímulo as gerações atuais. Mulheres de coragem e determinação jogavam bola impondo seu ativismo e sua luta, mesmo durante décadas de proibição oficial dessa prática. Mesmo após a proibição, notava-se pouca valorização do futebol feminino e, mesmo neste contexto adverso, muitas mulheres guerreiras se tornaram conhecidas; notadamente aquelas que integraram a seleção brasileira de futebol. De forma justa e carinhosa, a comissão organizadora do Fórum Esportivo 2019 prestou uma belíssima homenagem a essas atletas.

Em meio a abraços carinhosos, fotos, rememorações e muita alegria, finalizou-se o evento que expressou de forma clara três horizontes temporais importantes: passado: rememoração, premiação de ex atletas; presente – dimensão da gestão: avaliação crítica da realidade atual e busca de alternativas para melhoria do futebol feminino; futuro: dimensão do planejamento visando uma qualificação dessa prática esportiva. Essa dimensão ampla no sentido temporal (presente, passado e futuro) e diversa sob uma ótica pluritemática, expressa de forma clara o sucesso desse evento.

Parabéns para as guerreiras do futebol feminino! Do passado e do presente!

Janio Roque de Castro – Professor Titular da Universidade do Estado da Bahia – UNEB

« Compartilhar...