Home > CRUZ DAS ALMAS > Cruz das Almas: Comitê de Crise avalia situação do município e garante serviços básicos após desabastecimento

Cruz das Almas: Comitê de Crise avalia situação do município e garante serviços básicos após desabastecimento

Em reunião no Salão Nobre da Prefeitura, Comitê de Crise avaliou os impactos da paralisação dos caminhoneiros com o objetivo de assegurar serviços básicos ao cidadão cruzalmense.

Diante da crise nacional de abastecimento, o prefeito Orlandinho garantiu os serviços essenciais de saúde, principalmente urgência e emergência. Pacientes que fazem tratamento de hemodiálise e oncologia podem ficar tranquilos, já que a medicação e os deslocamentos para outros municípios estão garantidos. A coleta de lixo também vai continuar acontecendo, assim como as manutenções na iluminação pública.

Já as aulas da rede municipal foram suspensas. Para o prefeito, essa medida garante a segurança dos professores e alunos. Os alimentos perecíveis que fazem parte da merenda escolar foram armazenados em freezers para não sofrerem prejuízos

Na segurança pública o serviço permanece funcionando. De acordo com o Tenente Augusto, da Policia Militar, “todo o serviço de segurança está mantido 100 %. Já estamos com as viaturas na área, não tem faltado nenhum tipo de insumo para a nossa atividade e a população pode, dentro da possibilidade, transcorrer com sua normalidade de cotidiano”.

Caso o desabastecimento continue até o final da semana, decretos de emergência podem entrar em vigor. Segundo Orlandinho, os decretos “não devem criar, em hipótese alguma, nenhum nível de insegurança ou de alarme na população. São apenas algumas ações preventivas para que a gente enfrente essa situação transitória”, disse.

O Comitê de Crise é formado pelo prefeito, vice-prefeito, presidente da Câmara de Vereadores, procurador do Município, Polícia Militar, líder do Governo, líder da oposição e secretários de serviços essenciais: Saúde, Educação e Serviços Públicos.

Edição: Ivisson Costa
InformeCruz

« Compartilhar...