Home > POLÍTICA

Bolsonaro vai conceder autorização permanente para trabalho aos domingos e feriados

O governo Bolsonaro irá autorizar, em caráter permanente, ou regularizar o funcionamento de 78 setores da economia aos domingos e feriados. O número de setores com trabalho nesses períodos ainda pode mudar até a publicação da norma. As informações são do jornal Folha de São Paulo. De acordo com a publicação, com a medida, o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, espera incentivar a geração de emprego. “Com mais dias de trabalho das empresas, mais pessoas serão contratadas. Esses trabalhadores terão suas folgas garantidas em outros dias da semana. Respeito à Constituição e à CLT (Consolidação das Leis do Trabalho)”, escreveu Marinho em uma rede social. (Metro 1)

Leia Mais

Comissão no Senado convida Dallagnol a explicar troca de mensagens com Moro

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou, nesta terça-feira (18), um requerimento de convite ao procurador federal Deltan Dallagnol para que ele preste esclarecimentos sobre as trocas de mensagens com o então juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante a Operação Lava Jato. O pedido foi apresentado assim que foram divulgadas as conversas dos dois por aplicativo de mensagens, em reportagem da agência de notícias The Intercept. As informações são da Agência Senado. O requerimento foi apresentado pelo senador Angelo Coronel (PSD) para apurar a “suposta e indevida coordenação de esforços” na Operação Lava Jato. Para Coronel, os envolvidos, por razões pessoais ou desconhecidas, parecem combinar entre si o andamento da Operação Lava Jato, estratégias de abordagem de investigados e o melhor momento para o desencadeamento de fases. De acordo com o senador, o teor da troca de mensagens indica desvirtuamento das funções do procurador.

Leia Mais

The Intercept: “Lava Jato fingiu investigar FHC apenas para criar percepção de imparcialidade”

O site “The Intercept Brasil” divulgou mais uma denúncia bombástica contra a Operação Lava Jato. Segundo a publicação, a Operação Lava Jato “fingiu” investigar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso apenas para criar percepção pública de “imparcialidade”. Um trecho do chat privado entre  Moro e o procurador Deltan Dallagnol revela que o então magistrado discordou de investigações sobre FHC na Lava Jato porque, nas palavras dele, não queria “melindrar alguém cujo apoio é importante”. O diálogo ocorreu em 13 de abril de 2017, um dia depois do Jornal Nacional ter veiculado uma reportagem a respeito de suspeitas contra o tucano. Naquele dia, Moro chamou Deltan Dallagnol em um chat privado no Telegram para falar sobre o assunto. O juiz dos processos da Lava Jato em Curitiba queria saber se as suspeitas contra o ex-presidente eram “sérias”. O procurador respondeu acreditar que a força-tarefa – por meio de seu braço em Brasília – propositalmente não

Leia Mais

Pastor casado com deputada federal é morto a tiros no Rio

Anderson do Carmo, marido da deputada federal e cantora gospel Flordelis (PSD-RJ), foi assassinado a tiros na garagem de casa, na madrugada deste domingo, em Pendotiba, Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. A deputada estava com o marido no momento do crime. Eles haviam acabado de chegar em casa de carro, por volta das 4h, quando Anderson foi morto. Por meio de sua assessora, Flordelis fez um pronunciamento em sua página oficial no Facebook. A DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo) realizou perícia no local na manhã de hoje para buscar pistas que possam levar aos autores do crime. De acordo com familiares da deputada, o casal voltava de uma confraternização quando a deputada percebeu que o veículo dirigido por Anderson estava sendo perseguido por duas motos. Quando já haviam chegado em casa, a vítima disse que voltaria à garagem para buscar algo que havia esquecido no carro. Momentos

Leia Mais

Previdência: contribuição sobe de 15 para 20 anos para homens

O relatório da proposta de reforma da Previdência prevê aumento do tempo mínimo de contribuição para homens de 15 para 20 anos. A proposta é somente para trabalhador urbano. O tempo de contribuição para as mulheres permanece em 15 anos, no parecer do relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). “Tal medida [aumento do tempo mínimo de contribução] não pode ser adotada para as mulheres e muito menos no meio rural, onde há grande dificuldade de comprovação de contribuições”, diz o voto do relator. O relatório deverá ser lido na Comissão Especial da Reforma da Previdência, que iniciou reunião na manhã de hoje com mais de uma hora de atraso. No momento, os líderes estão com a palavra na comissão. O relator também não concordou com a proposta do governo de extrair do texto constitucional a aposentadoria por idade. “Assim, devolvemos ao texto constitucional esse benefício, deixando no inciso I do §7º do art. 201

Leia Mais

OAB recomenda afastamento de Moro

A OAB acaba de recomendar o afastamento de Sergio Moro. O Conselho Federal da OAB, composto por conselheiros de cada unidade de federação, se reuniu hoje para analisar o caso das mensagens vazadas de Sergio Moro e da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. No entendimento da OAB, o afastamento dos envolvidos é necessário “especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita”. Leia a íntegra da nota: “O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Colégio de Presidentes de Seccionais, por deliberação unânime, manifesta perplexidade e preocupação com os fatos recentemente noticiados pela mídia, envolvendo procuradores da república e um ex-magistrado, tanto pelo fato de autoridades públicas supostamente terem sido “hackeadas”, com grave risco à segurança institucional, quanto pelo conteúdo das conversas veiculadas, que ameaçam caros alicerces do Estado Democrático de Direito. É preciso, antes de tudo, prudência! A íntegra dos documentos deve ser analisada para que, somente

Leia Mais

Bolsonaro adia para agosto publicidade de pacote anticrime de Moro

A pressão de congressistas fez governo privilegiar a reforma da Previdência e adiar campanha publicitária para divulgação do pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro. O lançamento da campanha, marcado para a próxima quarta-feira (12), foi adiado para o mês de agosto. Imerso no escândalo do vazamento de áudios pelo The Intercept Brasil, Sérgio Moro, que já entrou em rota de colisão com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), por causa do pacote anticrime pode ver sua pauta perder força. A cerimônia de apresentação das peças publicitárias sobre o pacote de moro, programada para quarta-feira (12), foi adiada após pedido da Casa Civil por considerar que a tramitação do projeto de Moro atrapalharia a reforma da Previdência. Segundo Thais Arbex, da Folha de São Paulo, Rodrigo Maia chegou a indicar que paralisaria o andamento da Previdência e avançaria apenas com o projeto de Moro, caso o governo recorresse a uma campanha publicitária. Ainda segundo

Leia Mais

“Em pouco tempo, vai faltar dinheiro para saúde e educação”, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou hoje (4) que os gastos dos estados com pessoal são excessivos e que, se tudo continuar como está, “em muito pouco tempo vai faltar dinheiro para saúde, educação e saneamento”. A reforma da Previdência inclui os estados e municípios, responsáveis por um rombo previdenciário de cerca de R$ 96 bilhões por ano. Apesar disso, uma parte dos deputados defende a retirada deles do projeto. Mas Guedes voltou a defender a reforma como ela está, afirmando que “não é uma reforma que a gente goste de fazer, é que não há alternativa”. (Metro 1)

Leia Mais

Bancários decidem aderir à greve geral do dia 14 de junho

Os bancários da base do Sindicato aprovaram, por unanimidade, participação na greve geral do dia 14 de junho, contra a reforma da Previdência, em defesa da educação e do emprego. A decisão foi tomada, na noite desta terça-feira (04), durante assembleia. Em Salvador, acontece passeata com saída do Campo Grande, às 15h. O presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, ressaltou que é importante que a categoria se mobilize e participe da manifestação. A greve geral é uma continuação das manifestações que ocorrem em todo o país contra decisões do governo. No dia 22 de março, foi realizado o ato do Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência. Em 15 e 30 de maio, as pessoas foram para a rua por conta dos cortes na educação. O Sindicato realiza uma nova assembleia para organizar a greve geral no dia 13 de junho, às 18h30, na sede da entidade. (Bocão News)

Leia Mais

Bolsonaro entrega ao Congresso projeto que altera a CNH

O presidente Jair Bolsonaro foi pessoalmente ao Congresso hoje (4) para entregar a proposta que aumenta de cinco para dez anos a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e dobra de 20 para 40 o limite de pontos para infrações. A medida foi uma promessa de campanha do presidente. Ontem (3), o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse acreditar que não haverá dificuldades para aprovar o texto. “Melhora a vida do cidadão e da cidadã que precisa ter uma CNH para trabalhar”, disse. No entanto, parte da oposição promete resistência. (metro 1)

Leia Mais